MANIFESTO MOVIMENTOS SOCIAIS

Vivemos um dos momentos mais importantes da história do nosso país. Lutamos contra a prisão arbitrária da maior liderança popular do Brasil, o nosso presidente Lula, que há mais de cinco meses está recluso, sem poder usufruir do seu direito garantido, inclusive pela ONU, de ser candidato à Presidência da República. Em contrapartida, temos o país ameaçado pelo governo Temer e sua corja golpista, que lideraram um verdadeiro desmonte das conquistas obtidas em anos anteriores e que trouxeram mais dignidade, oportunidades e esperança para o povo brasileiro.

É no cerne dessa polarização que se estabelece o processo eleitoral. De um lado, os golpistas, os banqueiros bilionários, a sanha privatizante, o ódio, a incitação à violência, um projeto de país que tem como principais objetivos saquear ainda mais as nossas riquezas e explorar ainda mais o nosso povo. De outro lado, um plano de recuperação do país, valorização da vida e do trabalho, defendendo a nossa soberania e a construção de um projeto que atenda as demandas da classe trabalhadora.

Neste sentido, entendemos o processo eleitoral como uma batalha central no palco da política nacional. É de fundamental importância que as organizações populares se envolvam com energia, força e mística para disputar não somente os votos, mas também a consciência de nosso povo. Apenas assim teremos força e mobilização para fazer as reformas estruturais de que o Brasil precisa.

Combinada a essa análise, chamamos a atenção para a necessidade de elegermos uma bancada de deputados federais, forte e bem compromissada, para fazer a disputa não somente de uma pauta, mas sim de um projeto de país. Uma bancada que esteja ao lado da luta da juventude, das lutas pela igualdade racial, da moradia popular, das periferias, das mulheres e de todos e todas que sofrem com as mazelas e contradições oriundas de um sistema desigual e perverso com os trabalhadores do campo e da cidade.

É necessária firme atuação em pautas que são urgentes, como segurança pública, saúde, educação, saneamento básico, mobilidade urbana e geração de empregos, entre outras responsabilidades do Estado que devem ser cada dia mais compreendidas como direitos, como conquistas sociais necessárias para a garantia da dignidade humana, do bem estar social e de um futuro melhor para as trabalhadoras e os trabalhadores.

Sendo assim, manifestamos nosso compromisso e nossa disposição para reeleger Paulo Teixeira deputado federal, entendendo a importância do companheiro nessa tarefa imprescindível que é a defesa da luta popular dentro da luta institucional.

É fundamental ressaltarmos aqui a importância do mandato de Paulo Teixeira no último período. O deputado agiu com vigor e coragem na luta contra o golpe, enfrentou com disciplina e compromisso as reformas perversas propostas pelos golpistas, e manteve-se firme pela liberdade imediata do presidente Lula. Paulo é um militante dos movimentos sociais e da Frente Brasil Popular, um companheiro que está do lado da resistência popular no parlamento e nas ruas, atuando sempre com ousadia e firmeza contra a judicialização da política, os abusos do poder judiciário e o desmonte das políticas sociais. Em defesa da democracia, da soberania e dos interesses do povo. Por isso mesmo, um de seus compromissos para o próximo mandato é lutar para revogar o congelamento de recursos para as áreas sociais.

Por isso, às ruas e às urnas para reeleger Paulo Teixeira deputado federal!

Baixe o PDF deste Manifesto aqui